quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

UM PRESENTE NAS ALTURAS: Disco completo de Herbie Hancock gravado há 50 anos.


  • Um presente para os jazzófilos. Uma gravação rara, completando 50 anos, reunindo Herbie Hancock (piano) Paul Chambers (baixo)Willie Bobo (bateria e timbales) e Oswaldo Martinez (percussão).
    Gravado no Van Gelder Studio, em agosto de 1963.

    Faixa 1- Succotash (7h40m)
    Faixa 2 -Triangle (11h01)
    Faixa 3 -Jack Rabbit (5h57m)
    Faixa4 -Mimosa (8h38m)

    Um trabalho intrigante que oferece uma beleza rítmica e melódica consolidando então a certeza das grandes viagens que HH faria em sua carreira, sóbria e poderosa.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

ESPETACULAR: KRUPA+ ELDRIDGE+ ANITA O´DAY

Há 71 anos atrás, o bom e eterno jazz. Três ícones. A banda de Gene Krupa com os novatos Roy Eldridge (trumpet) e Anita O´Day (vocal).



segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

BUD POWELL.



Bud Powell ( 1924-1966) foi um dos maiores pianistas que o jazz conheceu. Emblemático, personalidade complicada,( Charlie Parker dizia que ele era bem mais maluco que ele mesmo) morreu devido ao excesso de álcool, e drogas. Deixou um estilo que virou escola tendo inclusive como aluno primoroso, Bill Evans . Entre 1959 e 1964 esteve em Paris onde, mesmo com todas as confusões, alcançou a fase mais criativa de sua carreira. Aqui, momentos de sua genialidade exercitada na Europa.


sábado, 19 de janeiro de 2013

HORACE PARLAN.



Horace Parlan (1931) é um daqueles pianistas que dificilmente contraria qualquer ouvinte. Seu toque, sua construção harmônica, seus passeios melódicos sempre vão ao encontro daquilo que podemos chamar de “bom gosto”, esteticamente falando. Parlan notabilizou-se quando integrou o grupo de Charles Mingus,nos anos 50 e 60, e depois os de Lou Donaldson e Booker Erwin. Passou uma temporada na Dinamarca tocando com Dexter Gordon e Archie Sheep. Vítima de poliomielite quando criança, tem dificuldade em articular a mão direita, desenvolvendo então grande potencial com a mão esquerda. Aqui uma belíssima composição sua, “Love and Peace”. Observem que, no terceiro vídeo, Parlan já está usando cadeira de rodas e recebe homenagem pelos seus 80 anos, ouvindo sua composição. Interessante ele relatando que foi abandonado , recém nascido, na porta de uma casa e depois foi adotado. Uma vida, uma história.


terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Verão, Ao Vivo.

Todos verão, e ouvirão, entre 15 e 19 de janeiro de 2013, na esquina de Chapot com Rio Branco, ES.

domingo, 13 de janeiro de 2013

MARTIAL SOLAL.




Martial Solal (1927) é um pianista argelino que se destacou pela sua virtuose e também como compositor- ele foi responsável por várias trilhas sonoras, destacando-se a que criou para Jean- Luc Godard ( “Acossado”) e Orson Welles (“O Processo”). Tocou com famosos como Django  Reinhardt, Sidney Bechet, Dizzy Gillespie, Stan Getz e dezenas do primeiro time. Sempre foi dono de um envolvente “swing”.


sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

ROY ELDRIDGE.



Um dos mais notáveis trompetistas do jazz, Roy Eldridge (1911-1989), construiu sua carreia com muita personalidade e vigor. Dono de um sopro potente, porém não estridente, conseguia com essa força ser lírico e melódico. Notadamente Dizzy Gillespie foi seu discípulo. Começou tocando bateria e trumpete em festas de carnaval ou em shows circenses tendo atuado com grandes nomes como Gene Krupa, Billie Holiday, Anita O´Day, Fletcher Henderson , além do Oscar Peterson Trio.Liderou poucos grupos mas, sua participação em outros conjuntos era uma forte luz que brilhava constantemente; o pequeno Eldridge foi enorme em sua arte. Aqui um breve momento de seu explosivo e elegante sopro.


quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

domingo, 6 de janeiro de 2013

Os Mestres. Para Quê Mais ?

Thelonious Monk (1917 -1982), Dizzy Gillespie (1917- 1993), Sonny Stitt (1924 - 1982) , Kay Winding (1922 - 1983), Al McKibbon (1919- 2005) e Art Blakey (1919 - 1990), apresentaram-se em 1971 em Copenhagen, Dinamarca. Nada a comentar, apenas vale assistir.


sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

MILT JACKSOM, MR. BLUES.

Milt Jackson ( 1923-1999), fosse um intérprete de nuances eruditas, como integrante do lendário Modern Jazz Quartet, desde 1952, fosse como band leader, sempre deixou claro em seu toque magistral no vibrafone sua linhagem do puro blues. Legou uma composição que bem traduz sua elegância ao expor o blues: "Bag´s Groove". Bags, era seu apelido.Hoje estaria fazendo 90 anos.